O Problema

Muitos jovens colocando a vida em risco no trânsito

A Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – EMESCAM iniciou suas atividades em março de 1968 e revolucionou o ensino da Medicina e a formação de médicos no Espírito Santo. Com cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Medicina e Serviço Social, a Emescam leva o cuidado com a saúde a sério, mesmo fora da sala de aula. Com cada vez mais pessoas tendo acesso aos smartphones, o aparelho acabou se tornando um perigo no trânsito, tanto para quem dirige, quanto para os outros motoristas e pedestres. Os jovens são vítimas frequentes, principalmente com a utilização de muitos aplicativos de mensagens, além das comuns ligações e mensagens de texto. A preocupação com esse cenário levou à criação da ação de marketing promocional para Emescam, pois a Instituição precisava lembrar os jovens sobre os perigos da utilização dos aparelhos de celular durante a direção.

A Estratégia

Deixar claro que segurança no trânsito é coisa séria

Com esse desafio em mãos, a FIRE começou a pensar em que tipo de estratégia utilizar para criar uma ação inovadora e ao mesmo tempo pertinente para o público. Então, durante o brainstorm surgiu a ideia de utilizar uma referência já conhecida por muitos: a advertência das caixas de cigarro.

Alertar os jovens sobre os perigos do uso do celular no trânsito. Esse foi o desafio que a FIRE superou com muita criatividade.

A Solução

Produzir cases de celular com mensagens de advertência

O celular é um risco para a saúde de quem utiliza o aparelho enquanto dirige. Só que muita gente despreza essa informação, da mesma forma que muitos já desprezaram o fato do cigarro também ser prejudicial. Para resolver isso, a FIRE criou alertas nos mesmos moldes do que se faz para os fumantes. Só que, em vez de caixinhas de cigarro, o alerta sobre celular e direção foi aplicado em uma superfície diferente: os próprios cases de smartphones. Os cases de celular personalizados traziam mensagens fortes, mas que transmitiam as consequências de quem dirige e usa o celular. Todas as imagens vinham acompanhadas da frase “A Emescam adverte: O uso deste produto no trânsito coloca vidas em risco.” Inicialmente, os cases foram utilizados pelos professores, chamando a atenção dos alunos. Posteriormente, quando foi revelado que tratava-se de uma ação de conscientização, os cases foram distribuídos para alunos da Emescam, jovens usuários ativos da tecnologia e o mais importante: disseminadores de novos padrões de comportamento.

DEIXA QUE A GENTE PÕE LENHA NA FOGUEIRA.

Preencha o formulário abaixo para que possamos entrar em contato.

*Preenchimento obrigatório.