O Problema

Falta de conhecimento sobre o autismo

A AMAES – Associação dos Amigos dos Autistas do Estado do Espírito Santo é uma instituição privada e sem fins lucrativos. Oficialmente constituída em 2001 por pais de autistas, é administrada voluntariamente por pais, familiares e amigos dos autistas e foi criada devido à insatisfação dessa comunidade com as políticas públicas e com o sistema de atendimento complementar disponibilizado aos autistas no estado. A Amaes tornou-se, então, a principal instituição para tratamento de autistas, o que significa que a instituição atende muitas famílias, mas, infelizmente, não consegue suprir toda a demanda. Um dos motivos para a fila de espera é a falta de recursos, tanto humanos quanto financeiros e estruturais. Uma falta causada em partes pelo desconhecimento da população em relação à Instituição e também pela falta de informação em relação ao autismo e seus impactos para os autistas e familiares. A FIRE, membro da Rede de Apoio da Instituição, decidiu fazer a sua parte para sensibilizar a população sobre essa causa, com um projeto audiovisual para Amaes.

A Estratégia

Informar sobre a causa

Uma das barreiras para a compreensão do autismo é entender como a vida dos autistas é impactada por essa condição. Para superar essa dificuldade, a FIRE desenvolveu uma campanha que explorava a informação e que também ilustrava de uma forma descontraída e delicada como é o mundo dos autistas.

Com a locução real de um menino autista, a FIRE criou um filme comovente para conscientizar a população.

A Solução

Sensibilizar com delicadeza

Assim nasceu o filme Universo Azul, que faz um mergulho no mundo do autista. O filme, produzido em parceria com a Smoke Films, contou com a criação de personagens e cenários modelados e animados em 3D, simulando o universo do autista de forma lúdica, em um alegre teatro de fantoches. A história é contada com um poema, recitado por um menino autista, e termina com uma locução convidando as pessoas a conhecerem e ajudarem a Amaes. Além da divulgação em redes sociais, o filme também ficou hospedado em um hotsite. O objetivo do conteúdo na web era conscientizar as pessoas sobre o autismo e captar doações para a Instituição.

DEIXA QUE A GENTE PÕE LENHA NA FOGUEIRA.

Preencha o formulário abaixo para que possamos entrar em contato.

*Preenchimento obrigatório.